This page has been translated from English

Demônios e suas habilidades como descrito na Bíblia

Capítulo 6 - Demons e suas habilidades como descrito na Bíblia

Como demonstramos, a Bíblia ensina que os cristãos de hoje estão em uma batalha contra os demônios, a segunda onda de anjos caídos, e seu líder, o anjo caído Satã. Vamos dar uma olhada em demônios na Bíblia, e as habilidades demonstradas pelos demônios, para entender melhor o que os demônios estão envolvidos em atividades de hoje.

Cobrimos que os demônios mais prováveis ​​são os espíritos desencarnados dos gigantes mortos (Nephilim) que viveram antes do dilúvio, e seus descendentes paternos. No demônios Bíblia são referidos como os espíritos dos mortos. No Antigo Testamento, Deus proíbe as pessoas a praticar a comunicação com os espíritos dos mortos, ou para estar familiarizado com esses demônios, e tal é associada com práticas mágicas. Demônios também são creditados como sendo intimamente envolvido com a prática da idolatria, que também é proibido.

Normalmente quando as pessoas pensam de demônios que eles pensam do conceito de "possessão demoníaca". A "posse" do termo vem da tradução KJV da palavra "daimonizomai". Esta palavra é um verbo que significa "estar sob o poder de um demônio" (Léxico de Thayer). Esta palavra não significa necessariamente "ter um demônio dentro de seu corpo". Mais literalmente este verbo significa "ser demoned" ou "ser demoning". Provavelmente a melhor tradução Inglês seria ", a ser demonizado". O conceito da pessoa a ser "possuído" não vem da palavra grega "daimonizomai", que seria melhor ser traduzido como "demonizado". Pelo contrário, o conceito de "posse" vem do contexto das histórias registradas sobre demônios.

Jesus repetidamente disse demônios para "sair" de pessoas, ea Bíblia diz que Jesus "expulsar" os demônios, e estes termos são precisos.

Ao cair da tarde, trouxeram-lhe muitos que estavam possuídos por demônios. E Ele expulsou os espíritos com uma palavra, e curou todos os que estavam doentes. Matt 08:16

E Jesus o repreendeu, dizendo: Cala-te, e sai dele. E quando o espírito imundo, agitou-o e exclamou em alta voz, saiu dele. Matt 1:25-26

Quando Jesus viu que a multidão concorria, repreendeu o espírito imundo, dizendo-lhe: "espírito surdo e mudo, eu te ordeno, sai dele e entra nele não mais!" Marcos 9:25

Existem várias histórias sobre as pessoas demonizadas que parecia ser completamente controlada por demônios, que é a visão tradicional de "possessão". Mas por outro lado, há histórias em que a pessoa demonizado parecia estar funcionando, até certo ponto normal, pelo menos por algum tempo. Como tal, parece que existem diferentes níveis de demonização que são possíveis. Há também histórias em que muitas pessoas foram curadas por ter expulso os demônios, mas não é especificado o quanto cada uma dessas pessoas eram controladas pelos demônios. Globalmente, a Bíblia parece para gravar alguns dos piores casos de demonização na mais detalhes.

Então eles vieram para o outro lado do mar, à terra dos gadarenos. E quando Ele tinha saído do barco, imediatamente-lhe ao encontro dos sepulcros, um homem com espírito imundo, que tinha a sua morada entre os túmulos e ninguém conseguia prendê-lo, nem mesmo com correntes, porque ele tinha sido muitas vezes preso com grilhões e correntes. E as cadeias foram separadas por ele, e os grilhões em pedaços, nem alguém poderia domá-lo. E sempre, noite e dia, ele estava nas montanhas e nos túmulos, gritando e ferindo-se com pedras. Quando ele viu Jesus ao longe, correu e adorou-o. E clamou com grande voz e disse: "O que tenho eu contigo, Jesus, Filho do Deus Altíssimo? Imploro-te por Deus que o Senhor não me atormentes. "Pois Ele lhe disse:" Sai deste homem, espírito imundo! "Então, Ele perguntou-lhe:" Qual é seu nome? "E ele respondeu, dizendo:" Meu nome é Legião, porque somos muitos "Além disso, ele implorou a Ele com sinceridade que Ele não os enviasse para fora do país.. Agora, uma grande manada de porcos estava alimentando lá perto das montanhas. Assim, todos os demônios rogavam-lhe, dizendo: "Manda-nos para os porcos, para que possamos inseri-los." E uma vez Jesus lhes deu permissão. Então os espíritos imundos saíram e entraram nos porcos (havia cerca de dois mil), ea manada precipitou-o despenhadeiro no mar, e se afogou no mar. Portanto, aqueles que apascentavam os porcos fugiram, e eles disseram que na cidade e no país. E saíram para ver o que era o que tinha acontecido. Então eles vieram a Jesus, e viram o que havia sido possuído pelo demônio e que tivera a legião, assentado, vestido e em perfeito juízo. E eles estavam com medo. Mark 5:1-15

E quando Ele saiu na terra, há-lhe ao encontro um homem da cidade que tinha demônios por um longo tempo. E ele não usava roupas, nem ele vive em uma casa, mas nos sepulcros. Quando ele viu Jesus, gritou, prostrou-se diante dele, e com uma voz disse: "Que tenho eu contigo, Jesus, Filho do Deus Altíssimo? Suplico-Vos que, não me atormentes! "Para Ele tinha ordenado ao espírito imundo que saísse do homem. Pois muitas vezes o prenderam, e ele foi mantido sob guarda, amarrados com correntes e algemas, e ele rompeu os laços e era impelido pelo demônio para o deserto. Jesus perguntou-lhe, dizendo: "Qual é seu nome?" E ele disse: "Legião", porque muitos demônios tinham entrado nele. E rogaram-lhe que não os mandasse sair para o abismo. Agora, uma manada de muitos porcos estava alimentando lá na montanha. Então, eles pediram-lhe que lhes permite entrar neles. E Ele permitiu-los. Então os demônios saíram do homem e entraram nos porcos, ea manada precipitou-o despenhadeiro no lago e se afogou. Quando aqueles que os alimentou viu o que tinha acontecido, fugiram eo anunciaram na cidade e no país. Em seguida, saíram para ver o que tinha acontecido, e foi ter com Jesus, e encontraram o homem de quem os demônios haviam partido, sentado aos pés de Jesus, vestido e em perfeito juízo. E eles estavam com medo. Eles também que toda a multidão de a região em torno dos gadarenos perguntaram-lhe que se retirasse deles, pois eles foram apreendidos com um grande medo. E Ele entrou no barco e voltou. Agora o homem de quem os demônios haviam partido pediu a ele que ele poderia ser com ele. Mas Jesus o despediu, dizendo: E ele seguiu o seu caminho e proclamada por toda a cidade quão grandes coisas Jesus lhe tinha feito Lucas 8 "Return to a sua própria casa, e contar as grandes coisas que Deus fez por você"..: 27-39

Nesta história, o homem endemoninhado parece estar sob controle total dos muitos demônios dentro dele. Os demônios são descritos que tenha causado sintomas de insanidade, força incomum ou sobrenatural, auto-mutilação ou auto-agressão, auto-isolamento, impossibilidade de ser alcançado por outras pessoas que tentaram ajudá-lo, e uma aparente perda total do ser capaz de estar "em perfeito juízo". Os demônios o levaram a não usar qualquer roupa, também tornando-o fazer algumas coisas que seria considerado vergonhoso ou degradante, e anormais. Os demônios o levaram a viver entre os túmulos, algo que foi considerado anormal, mas também imundo. Os demônios sabiam quem era Jesus, que Ele era o Filho de Deus, e eles pareciam ter medo dele.

O número de demônios que estavam em um só homem são especificados ter sido capaz de preencher um rebanho de cerca de 2000 porcos. Quando os demônios entraram nos porcos, que causaram a porcos para todos morrem por afogamento si. Se demônios são o espírito desencarnado do Nephilim mortos, então é possível ou provável que alguns deles morreram por afogamento no Dilúvio. Se nada mais, eles foram testemunhas do dilúvio. Levando isso em consideração, parece que pode ter havido mais de um significado superfície plana-lhes causando todos esses porcos a se afogar ... como talvez eles estavam fazendo uma declaração, em alguns amargos de referência ao seu passado.

Em outra história, um demônio havia repetidamente tentou afogar um menino, e jogá-lo no fogo, a fim de matá-lo. Vezes muitos demônios parecem ter uma tendência suicida.

Então, um da multidão, respondendo, disse: "Mestre, eu trouxe o meu filho, que tem um espírito mudo. E onde quer que se apodera dele, lança-o para baixo, ele espumar pela boca, range os dentes e fica rígido. Então eu falei com os teus discípulos, para que o expulsassem, mas eles não podiam. "Ele respondeu-lhe e disse:" Ó geração incrédula, até quando estarei convosco? Quanto tempo devo suportar-vos? Trazê-lo para mim. "
Em seguida, levaram-no a ele. E quando ele o viu, logo o espírito o convulsionou-lo, e ele caiu no chão e revolvia-se, espumando pela boca. Então Ele perguntou a seu pai: "Quanto tempo isso foi acontecendo com ele?" E ele disse: "Desde a infância. E muitas vezes ele tem jogado ele, tanto no fogo e na água para destruí-lo. Mas se você pode fazer qualquer coisa, tem compaixão de nós e nos ajudar. "Jesus disse-lhe:" Se você pode crer, tudo é possível àquele que crê. "Imediatamente o pai do menino, clamando, com lágrimas e disse, "Senhor, eu creio;! Ajuda a minha incredulidade" Quando Jesus viu que a multidão concorria, repreendeu o espírito imundo, dizendo-lhe, "espírito surdo e mudo, eu te ordeno, sai dele e entra-lhe que não mais ! "Então o espírito gritou, agitou-o muito, e saiu dele. E ele ficou como morto, de modo que muitos diziam: "Ele está morto." Mas Jesus, tomando-o pela mão e levantou-o, e ele se levantou. E quando Ele tinha entrado em casa, seus discípulos lhe perguntaram em particular: "Por que não pudemos nós expulsá-lo?" Então Ele lhes disse: "Esta casta não pode sair por nada, mas oração e jejum." Mark 9:17 - 29

Neste caso, um único demônio estava causando convulsões, convulsões, espumando pela boca, ranger de dentes, rigidez, e jogando o menino na água, ou no fogo, para tentar matá-lo. O espírito também fez o menino ser surdo e mudo. Neste caso, o demônio é de um tipo que só sai pela oração e pelo jejum. Em ambos os casos de demonização pesado, Jesus ordenou aos demônios para sair e eles obedeceram.

Em outro caso de demonização, no Antigo Testamento, fica claro que os demônios podem entrar e sair pessoas repetidamente. Isso tem o efeito de a pessoa temporariamente demonizado agir, e em outras vezes agindo normal.

Mas o Espírito do SENHOR se retirou de Saul, e um espírito maligno da parte do Senhor atormentava. E os servos de Saul lhe disse: Eis que agora um espírito maligno da parte de Deus te atormenta. Senhor nosso comando teus servos, que estão diante de ti, para procurar um homem, que é um jogador astuto em uma harpa, e deve vir a passar, quando o espírito maligno da parte de Deus está sobre ti, que ele tocará com a sua mão, e serás bem. E Saul disse aos seus servos, fornecer-me agora um homem que toque bem, e trazê-lo para mim. Então respondeu um dos moços, e disse: Eis que tenho visto um filho de Jessé, belemita, isto é astuto em jogar, e um valente e destemido, homem de guerra, e prudente em palavras, e uma pessoa graciosa, eo Senhor é com ele. E Saul enviou mensageiros a Jessé, dizendo: Envia-me Davi, teu filho, que está com as ovelhas. Então tomou Jessé um jumento carregado de pão e uma garrafa de vinho e um cabrito, e enviou-os por Davi, seu filho Saul. Assim Davi veio a Saul, e esteve perante ele, e ele amou muito, e ele se tornou seu escudeiro. E Saul enviou a Jessé, dizendo: David, peço-te, diante de mim; pois achou graça aos meus olhos. E sucedeu que, quando o espírito maligno da parte de Deus estava sobre Saul, Davi tomava a harpa, ea tocava com a mão: então Saul sentia alívio, e se achava melhor, eo espírito maligno se retirava dele 1 Sam 16:14. -23

Neste caso de Saul, Deus permitiu que um espírito maligno para ir em frente e problemas Saul. Às vezes o demônio teria problemas Saul, e outras vezes se retirava dele. Isso mostra que os demônios podem entrar e sair várias vezes, em algumas situações. Saul ainda era capaz de falar, e função, embora ele foi demonizado. Embora demonizado, Saul era capaz de falar com os seus servos, envia mensageiros para levar David, e não era mudo, surdo, ou superar completamente a ponto o demônio falou através dele, como em alguns casos de demonização no Novo Testamento.

E assim, isso mostra que uma pessoa pode ter um problema com a demonização que é de um isqueiro nível, em que o demônio não tem controle total, ou o demônio só está presente e ativa por algum tempo. Quando o demônio não está presente a pessoa demonizado pode agir normalmente, ou mesmo ter controle parcial, enquanto o demônio está presente e ativo. Esse tipo de caso é o que é mais comumente referido hoje como o conceito de "opressão demoníaca". Embora tão espiritualmente sério, este é um isqueiro nível de controle demoníaco do que no conceito de "possessão demoníaca".

Há muitos casos mencionados na Bíblia em que os detalhes não são fornecidos como ao nível de demonização a pessoa estava passando.

E sua fama correu por toda a Síria, e trouxeram-lhe todos os doentes que foram tiradas com diversas doenças e tormentos, e aqueles que foram demonizados, e aqueles que eram lunáticos, e aqueles que tiveram a paralisia, e ele os curou Matt. 04:24

Quando a noite chegou, trouxeram-lhe muitos que foram demonizados:. E ele expulsou os espíritos com a palavra [seus], ​​e curou todos os que estavam doentes Matt 08:16

E à tarde, quando o sol se ajustou, trouxeram-lhe todos os enfermos, e os que foram demonizados. E toda a cidade se ajuntou à porta. E ele curou muitos doentes atacados de diversas doenças, e expulsou muitos demônios, e não sofreu os demônios falassem, porque o conheciam Marcos 1:32-34.

É possível entender a partir destes versos que muitas pessoas foram demonizados, e era comum. Ele também pode ser reunida a partir Mark 1, que em muitos casos, os demônios estavam no controle o suficiente para ser capaz de falar através da pessoa demonizado. Foi também evidente que o povo daquela aldeia tinha uma idéia de que na vila era demonizado, como eles trouxeram essas pessoas em particular a Jesus para a cura. Mesmo como no caso da Legião de demônios, parece que muitos dos demônios também se identificou Jesus como o Filho de Deus publicamente, razão pela qual Jesus não permitiu que os demônios falassem. Isto é provavelmente porque era mais prejudicial do que útil, e até mesmo confuso para a mensagem do Evangelho, para uma pessoa conhecida para ser demonizado declarando que Jesus Cristo é o Filho de Deus. Poderia ter jogado alguma dúvida na mente das pessoas a respeito de Jesus a respeito de que lado ele estava ligado, que os demônios conheciam.

Além disso, os demônios também parecia ser capaz de identificar os cristãos que eram servos de Deus, e aquelas pessoas que não foram.
"Aconteceu que, como nós estávamos indo para o lugar de oração, uma escrava com um espírito de adivinhação encontrou-nos, que estava trazendo seus senhores o lucro por adivinhação. Essa moça seguia Paulo e do resto de nós, gritando: "Estes homens são servos do Deus Altíssimo, que estão a dizer-lhe o caminho para ser salvo." Ela continuou fazendo isso por muitos dias. Finalmente, Paulo ficou indignado, voltou-se e disse ao espírito: "Em nome de Jesus Cristo eu lhe ordeno que saia dela!" Naquele momento, o espírito a deixou. Quando os donos da escrava percebeu que sua esperança de fazer o dinheiro havia desaparecido, prenderam Paulo e Silas e os arrastaram para o mercado de enfrentar as autoridades. "Atos 16:16-19

Neste caso, o demônio não causa surdez, mudez ou, ou auto-mutilação para a menina que foi demonizado, mas trabalhou práticas mágicas através dela de dizer fortunas. (Note que t aqui é nada aqui que verifica se esse demônio poderia prever o futuro, ou que a leitura da sina desta menina foi diferente na imprecisão e precisão do que adivinhos de hoje.) Tal como em outros casos em que os demônios sabiam quem era Jesus, neste caso, o demônio sabia a verdade, que os cristãos estavam trabalhando para Deus para levar as pessoas para a salvação. Mas neste caso, a menina é o único que é especificado para ter falado, não o demônio. O demônio parece ter comunicado essa informação para a menina, e estava influenciando-a a anunciar a informação. Nada indica que a menina foi atingida na medida em que os casos daqueles que foram fortemente demonizado. Ela não parece ter sido sob o controle total do demônio, mas foi influenciado pelo demônio, de modo que este parece mais um caso de "opressão demoníaca". Neste tipo de "opressão demoníaca", ela parecia ter uma relação simbiótica com o demônio pela escolha, a fim de receber informações do demônio. Este é um caso claro de que o Antigo Testamento refere-se em práticas mágicas:

"Um homem ou mulher que tem um espírito familiar, ou que é um assistente, certamente será condenado à morte: eles deverão apedrejá-los com as pedras: o seu sangue [será] em cima deles." Lev 20:27

"Quando tu entrares na terra que o SENHOR teu Deus te der, não aprenderás a fazer conforme as abominações daquelas nações. Não se achará entre você [qualquer um] que faz seu filho ou sua filha passar pelo fogo, [ou] de adivinhação que se serve, [ou] um observador de vezes, ou um mago ou um bruxo, nem encantador , ou um consultor com espíritos familiares, ou de um assistente ou um necromante. Para todo aquele que faz estas coisas [são] uma abominação ao SENHOR:. E por estas abominações o SENHOR teu Deus os lança fora de diante de ti "Dt 18:9-12

De acordo com a Concordância de Strong, a palavra para "espírito familiar" significa "fantasma espírito, de um morto, necromancia, aquele que evoca um morto, um com um espírito familiar". Se considerarmos que os demônios são realmente os espíritos dos gigantes mortos (Nephilim), então faz muito sentido que é demônios que estão sendo referenciados aqui como o "fantasma espírito, de um morto". E é proibido para o povo de Deus para "evocar o espírito de um morto", ou ter alguma coisa a ver com um demônio, muito menos tornar-se ganhar familiaridade familiar, com um. O termo aqui para "assistente" é "aquele que tem um espírito familiar" e "necromancer". O "necromancer" termo também é usado, e todos estes são termos sinônimos, o que todos se referem a ter um relacionamento com um demônio. Isto é o que a menina adivinhação em Atos estava fazendo, ela teve um relacionamento com um espírito demoníaco familiar, e que demônio deu-lhe a informação que a fazia parecer ter conhecimento mágico.

É importante notar como os cristãos lidou com a situação. No Antigo Testamento, Deus disse que qualquer israelitas que tinha um espírito familiar, uma relação com um demônio que parecia mágica, eram para ser apedrejada. Mas no Novo Testamento, Paulo simplesmente expulsar o demônio da menina que tinha sido irritante los por segui-los. Isso teria libertado-a a considerar o que isso significava que "Estes homens são servos do Deus Altíssimo, que estão a dizer-lhe o caminho para ser salvo", sem qualquer influência demoníaca em sua mente. E ela também teve que considerar que Paulo, que acreditava que o Evangelho que ele pregava, tinha poder com ele, poder que era mais forte que o poder demoníaco que estava familiarizado, o suficiente para forçar o demônio para deixá-la. Esta escrava parecia ter chegado a este relacionamento com um demônio para ganhar o poder sobrenatural das informações que revelou a ela, para que ela pudesse dizer fortunas das pessoas. Mas ela ficou frente-a-cara com um maior poder sobrenatural, o poder de Deus encontrada naqueles que aceitaram o Evangelho, que era mais poderoso que o demônio que ela tinha conhecido. Esperemos que este ajudou-a a repensar o que ela estava fazendo, o Evangelho tinha ouvido Paulo pregar, e olhar para Deus como a maior potência, embora a Bíblia não especifica. Mas lançar o demônio de sua definitivamente deu-lhe de volta a capacidade de pensar sobre as coisas sem um demônio que influenciam suas decisões. Enquanto ela estava dizendo: "Estes homens são servos do Deus Altíssimo, que estão a dizer-lhe o caminho para ser salvo", ela mesma não parecem realmente acreditar, mas foi dizendo isso sob a influência do demônio. O demônio sabia que isso era verdade, e influenciou-a a dizer isto, mas ela estava em uma posição muito melhor para escolher a acreditar que ela mesma uma vez que o demônio já não estava presente a influência dela.

Há um outro caso em que um homem endemoninhado, que parecia estar na "posse" de nível, tinha um demônio que sabia quem era Jesus Cristo, e que Paul era. O demônio parecia saber que era um. Cristã e realmente tinha autoridade para expulsá-lo do homem, e que não era cristão e não tinha a autoridade que Jesus Cristo dá a todos os crentes nEle

Então alguns dos judeus vagabundo, exorcistas, levou-os a chamar sobre os que tinham espíritos malignos o nome do Senhor Jesus, dizendo: Esconjuro-vos por Jesus a quem Paulo prega. E lá eram sete filhos de [um] Ceva, um judeu, [e] chefes dos sacerdotes, o que fez. E o espírito maligno, respondendo, disse Jesus Eu sei, e sei quem é Paulo; mas vós quem sois E o homem no qual estava o espírito maligno saltou sobre eles, e ultrapassá-los, e prevaleceu contra eles, para que eles fugiram? que a casa nus e feridos. Atos 19:13-16

Neste caso, o demônio estava ciente de que era um cristão com autoridade para expulsá-lo, e quem não era. Neste caso, o demônio parecia fazer com que o homem endemoninhado ter força tão grande que ele superou 7 homens e eles fugiram da casa nus e feridos. Como no caso da Legião, em que o homem demonizado quebrou as cadeias que ele estava preso com, neste caso, também o homem demonizado tinha grande força. Mas neste caso, o homem demonizado parecia ter apenas um demônio, e não milhares deles. Isto indica que o que os demônios podem fazer em afetar uma pessoa demonizado não é dependente de seus números, mas sim que o que os demônios são, inerentemente lhes permite ter determinadas habilidades e formas que podem afetar uma pessoa.

Outra coisa que demônios parecem causar sintomas é de paranóia.
Jesus disse: "Não vos deu Moisés a lei, e [ainda] nenhum de vós cumpre a lei? ? Por que procurais matar-me "" O povo respondeu e disse: Tens demônio: quem anda prestes a matar-te "João 7:20-21

Neste caso, Jesus disse abertamente que as pessoas estavam tentando matá-lo, e as pessoas ao seu redor respondeu dizendo que ele "tinha um demônio". Se um homem andou em torno de hoje dizendo que as pessoas estavam tentando matá-lo, foram atrás dele, uma resposta normal seria que as pessoas dizem que ele era "paranóico" ou "louco". O que pouca gente pensaria em dizer-lhe é "você tem um demônio". Ainda nos dias de Jesus, parece que a paranóia era sinônimo de ter um demônio. Que não parecendo paranóico com algumas pessoas, Jesus também foi, obviamente, funcionando normalmente em outros aspectos. Isso mostra que as pessoas de volta, em seguida, entendeu que uma pessoa que foi demonizado não têm necessariamente de estar sob o controle total de um demônio, mas só poderia ser parcialmente sob a influência de um. É assim que, apesar de Jesus parecia geralmente fina, um comentário-paranóide parecendo único levou a dizer que ele tinha um demônio. As pessoas naquela época estavam cientes de que a demonização não foi sempre um caso de um demônio com full-blown controle sobre uma pessoa. Assim, a Bíblia ensina que há vários níveis de demonização possível, e também que a paranóia pode ser causada por demônios.

Este é na mesma linha como demônios loucura causando, e Jesus também foi acusado de ser louco e ter um demônio. "Muitos deles diziam:" Ele tem um demônio e é insano. Por que você ouvi-lo? "(João 10:20) Como algumas pessoas pensavam que Jesus era louco, eles pensaram que ele tinha um demônio. Isto é como o homem demonizado por "Legion", cujo comportamento enquanto demonizado era insano. Mas, novamente, há um grau variável de níveis aqui. Jesus foi, obviamente, funcionando como uma pessoa normal sadia, mas por causa de algumas coisas que ele disse ou ele foi pensado para ser insano e, portanto, um demônio. Mas no caso da Legião, o homem era, obviamente, totalmente completamente insano a um grau máximo. Então, a Bíblia ensina que um demônio pode causar uma insanidade pouco ou muito de insanidade, e pode variar com o nível de demonização.

Em ambos os casos, a maneira de resolver o problema é expulsar o demônio, como o homem com o "Legion" de demônios bastante alterada após Jesus expulsou os demônios fora dele.
"Então eles saíram para ver o que foi feito, e foi ter com Jesus, e encontrou o homem, da qual os demônios foram mortos, sentado aos pés de Jesus, vestido e em perfeito juízo, e temeram. Então aqueles que tinham visto o que aconteceu disse aos outros como o homem demonizado tinha sido curado. "Depois de os demônios tinham deixado o homem, ele foi curado para voltar a ser em seu" juízo perfeito ". E a mesma solução é encontrada nos casos de violência física afeta de um demônio ", Jesus estava expulsando um demônio que era mudo. Quando o demónio saiu, o homem que tinha sido mudo falou ea multidão ficou admirada. "Lucas 11:14-15

A Bíblia descreve muitas variações que são possíveis com Demonização:
1. Uma pessoa pode estar sob controle total de um demônio ("posse"), ou apenas influenciado por um demônio ("opressão")
2. Um demônio pode entrar ou sair de uma pessoa demonizado à vontade (como Saul).
3. Aqueles influenciados por um demônio ("oprimidos") pode achar que este é mais involuntário e atormenta (como Saul, ou o caso da Legião) ou esta pode ser uma relação mais simbiótica voluntária (como a escrava em Atos, ou em outras casos de espíritos familiares, necromancia, feitiçaria, qualquer relação com esses "mortos" espíritos.)
4. Um demônio pode levar uma pessoa demonizado fisicamente experiência: mutismo, surdez, convulsões, doenças diversas, e causam grande força.
5. Um demônio pode levar uma pessoa demonizado mentalmente experiência: insanidade, estar fora de seu juízo perfeito, paranóia, comportamento auto-prejudicar, comportamento suicida, auto-degradante, comportamento e auto-isolamento.
6. Um demônio pode de alguma forma dizer se o Espírito Santo está presente, sabendo que aqueles que são crentes com autoridade para expulsá-los, e saber quem é Jesus Cristo. Um demônio pode compartilhar esta informação com a pessoa demonizado.
7. Um demônio também pode compartilhar outras informações com um demonizado pessoa, alguém que está escolhendo a ter uma relação mágica com o demônio, para dizer fortunas e similares.


Como a demonização de trabalho?

Um ser humano é composto de várias partes: um corpo, um espírito que dá vida ao seu corpo e sua alma que é pensado para ser feito de coração, a vontade ea mente. Jesus falou de algumas destas peças em Marcos 12:30,

, and with all thy strength : this [is] the first commandment. E amarás o Senhor teu Deus de todo teu coração, e com toda a tua alma e com todo o teu entendimento e com todas as tuas forças: este [é] o primeiro mandamento.

Estas são as peças de pessoa que pode ativamente o amor de Deus, com o qual uma pessoa tem uma escolha a amar a Deus com, ou não. A alma é geralmente pensado para ser composto de "mente, vontade e emoções", que correspondem a este versículo para a "mente, coração, força e", respectivamente.

Quando as pessoas pensam de "possessão demoníaca" que muitas vezes assumem que é o corpo da pessoa que o demônio entra, e é lançado fora. No entanto, isso realmente não faz muito sentido. Um demônio é um espírito imortal desencarnado. Se um demônio poderia entrar diretamente um corpo, então por que não entram corpos mortos e trazê-los de volta à vida, possuí-las? Tanto mal como eles fazem, parece que o motivo que os demônios não possuem corpos mortos é porque não podem. E neste, é óbvio que não é o corpo de uma pessoa que está sendo possuído pelo demônio, em primeiro lugar, como o demônio não pode entrar a menos que a pessoa está viva.

Como nós vimos no capítulo anterior, Deus fez o corpo de Adão, depois soprou o espírito (fôlego de vida) em Adão, e apenas uma vez Adão tinha um corpo e um espírito que ele se tornou uma "alma vivente". (Gn 2:7) A pessoa já tem um espírito, e um demônio é um espírito. No reino espiritual parece que um espírito demoníaco não poderia mais entrar espírito de um ser humano do que um objeto sólido pode entrar em outro objeto sólido. Como duas bolas em uma mesa de sinuca, parece dois espíritos se colidem e saltar fora uns aos outros, cada um com sua solidez definidos e separação. E por isso, se os espíritos permanecem separadamente definido no reino espiritual, então um demônio não pode entrar o espírito da pessoa. E um espírito demoníaco não entrar no corpo diretamente, como os demônios não podem entrar em cadáveres. Portanto, uma possibilidade permanece, o que é que o demônio deve realmente entrar e sair da "alma vivente" de uma pessoa. Muito mais do que apenas um corpo, Deus considera as pessoas em primeiro lugar ser almas viventes, como "o homem foi feito alma vivente". E assim é a alma viva de uma pessoa que o demônio entra ou sai de, que é a mente da pessoa, vontade (ou força) e emoções (ou coração).

E não temais os que matam o corpo, mas não podem matar a alma:. Temei antes aquele que é capaz de destruir a alma eo corpo no inferno Matt 10:28

Segundo a Bíblia, uma pessoa não é primariamente um corpo que por acaso tem uma alma viva, mas sim uma pessoa é essencialmente uma alma vivente, que acontece de ter um corpo. Compreensão de que Deus considera um homem principalmente para ser uma alma vivente, faz sentido, e não há contradição quando a Bíblia fala de demônios estar em um homem ou saindo de um homem. Isto é porque biblicamente um homem (masculino ou feminino) é principalmente uma "alma vivente", e esta "alma vivente" é a pessoa que o demônio está entrando ou saindo da.

Um demônio entra na mente, coração, ou vontade de uma pessoa (a alma vivente) e através da mente, pensamentos, coração, emoções e vontade de uma pessoa, o demônio é capaz de agir fora os sintomas de demonização. Quando se trata de comunicação com um espírito familiar, o demônio interage diretamente com a mente da pessoa e pensamentos, a partir do interior da mente. Quando se trata de insanidade, o demônio faz com que a insanidade em mente a partir da pessoa. Isto é mais fácil de entender do que o que o demônio faz em causar doenças físicas. Quando se trata de mais sintomas corporais, de alguma forma o demônio usa vontade de uma pessoa, a partir do interior da vontade, a afetar o corpo. De alguma forma em assumir a vontade de uma pessoa, um demônio pode causar doenças sobrenaturais como mudez, surdez, convulsões ou grande força. Mutismo, surdez e convulsões não parecem ser tão sobrenatural como grande força. É mais fácil de entender um demônio poderia ser capaz de fazer com que alguém não falar, ou ter uma convulsão simplesmente por uma manipulação de pura força de vontade da pessoa. É mais difícil entender como um demônio pode causar grande força através da manipulação da força de vontade de uma pessoa. No entanto, o corpo humano é capaz de atos de grande força, se uma pessoa tem uma descarga de adrenalina. A demon causing great strength may stem from the demon manipulating a person's willpower, thoughts, and emotions, to affect the person's body to have a large adrenaline rush, allowing great strength for a time.

Here is an excerpt from “How Can Adrenaline Help You Lift a 3,500 Pound Car?” by Josh Clark of HowStuffWorks.com
In 1982, in Lawrenceville, Ga., Angela Cavallo lifted a 1964 Chevrolet Impala from her son, Tony, after it fell off the jacks that had held it up while he worked underneath the car. Mrs. Cavallo lifted the car high enough and long enough for two neighbors to replace the jacks and pull Tony from beneath the car.
Marie “Bootsy” Payton was cutting her lawn in High Island, Texas, when her riding mower got away from her. Payton's young granddaughter, Evie, tried to stop the mower, but was knocked underneath the still-running machine. Payton reached the mower and easily tossed it off her granddaughter, limiting Evie's injuries to four severed toes. Curious, Payton later tried to lift the mower again and found she couldn't move it.
What accounts for feats of superhuman strength like these? Are they glimpses into the lives of superheroes' alter egos? Or are all of us imbued with amazing strength?
Although well-documented when they do occur, feats of hysterical strength — unnatural and amazing strength tapped during high-stress situations — are not recognized by medical science. This is largely due to the problem of gathering evidence: Instances like these come about without warning, and to reproduce these situations in a clinical setting would be unethical and dangerous. But we are aware of the effects of adrenaline, a hormone shown to increase strength to amazing degrees for short periods of time.”

Through manipulating the mind, emotions, and will of a person so that they have a large adrenaline rush, a demon might be able to cause the demonized person to break chains, or be able to fight against 7 men and prevail.

It also might be difficult to understand how a demon could cause deafness, using the mind, will, or emotions of a person. But something which fits this description still exists, and might be what is referred to today as “psychogenic deafness”.
“ Hearing loss or impairment caused by a mental or emotional disorder or trauma and having no evidence of an organic cause.” – American Heritage Medical Dictionary
Altogether it is conceivable that demons work through the mind, will, and emotions of a demonized person to be able to produce bodily ailments, as well as the mental or psychological ailments like insanity, paranoia, and associated insane behavior.

Then there is a demonized person who has the sort of relationship that may fit the description of having a familiar spirit, wizardry, fortune-telling, necromancy and other magical practices. How does a demon cause a demonized person to seem to have magical, or psychic, powers?

“When an evil spirit comes out of a man, it goes through arid places seeking rest and does not find it. Then it says, 'I will return to the house I left.' When it arrives, it finds the house swept clean and put in order. Then it goes and takes seven other spirits more wicked than itself, and they go in and live there. And the final condition of that man is worse than the first.”
Luke 11:24-26

Also Jesus says in, “When an evil spirit comes out of a man, it goes through arid places seeking rest and does not find it. Then it says, 'I will return to the house I left.' When it arrives, it finds the house unoccupied, swept clean and put in order. Then it goes and takes with it seven other spirits more wicked than itself, and they go in and live there. And the final condition of that man is worse than the first. That is how it will be with this wicked generation.” Matt 12:43-45

One thing we can learn from these verses is that demons can communicate with each other while outside of a person. This is seen in that 1 demon can communicate with 7 more demons while outside of any person, and convince them to come back with him to the person it left.
We also have covered that a demon can choose to leave and return to a demonized person when it wants to. If a person seems to be revealing psychic knowledge that they could not have known about another person, in fortune telling, this may be part of how it works. The demon may leave the demonized person and talk to other demons, or even go into the person asking for a psychic reading, in order to gather information. Then the demon goes back into the demonized psychic, and relays the information. Presto, it's “magic”. But actually, it's just demons, and this sort of magic is simply demons doing things demons can do.

Along these lines, it is important to note that demons are immortal spirits, who have been around since the flood. It is therefore easy for a demon to potentially talk to other demons who might have known or demonized relatives of a person, even dead relatives. It's also possible that the same demon who is demonizing a person might have also demonized their grandparent, etc. In this way demons can know private or personal information about people who are dead. And a demon can relay that information to a demonized person who “talks to the dead”, that in turn may amaze an audience by relaying information that only a dead relative would know. But in fact, not only the dead relative, but also a demon who knew the dead relative, could know this information. In fact a demonized psychic of this sort is not speaking to the ghost of a dead relative for information, but rather is speaking to a demon who has gathered information about the dead relative.

Besides impersonating dead relatives, demons also will claim to be famous people from history, gods, aliens, etc. It may be this is how idol worship came about: demons claimed to be gods, and influenced people to depict how they claimed to look in the form of an idol.

“What am I saying then? That an idol is anything, or what is offered to idols is anything? Rather, that the things which the Gentiles sacrifice they sacrifice to demons and not to God, and I do not want you to have fellowship with demons. You cannot drink the cup of the Lord and the cup of demons; you cannot partake of the Lord's table and of the table of demons.” 1 Cor 10:19-21

In any case, the Bible specifies that people actually worshipped demons when they worshipped idols. But it may be that demons communicated to demonized people with familiar spirits, claimed to be gods, and influenced people to start making idols and worshipping them. It would make some sense that demons, lacking and missing a body, might have seen this as a way to have a bodily representation, by the contrived body of an idol.


Can demons do all the things that fallen angels can do?

Fallen angels have something along the lines of a spirit body, but demons are bodiless spirits. Demons used to have mortal physical bodies, and those mortal bodies died before the Flood.
This seems to be a key difference between what fallen angels can do and what demons can do. The spirit bodies and potential physical presence of fallen angels seems to allow for them to do many things which are described in the Bible, like causing false dreams and Visions, and even appearing physically as men. But the Bible never describes demons being able to do these things, but rather only describes demons working through people or animals. The Bible does not describe demons causing dreams or Visions. Though it seems as dreams are a matter of the mind, that demons may be able to cause dreams. But demons cannot physically manifest, and only work through a living soul. (A demon could not move a chair, bend a spoon, cause a mass sighting of a UFO, or multiple people to see a ghost, sit on someone putting pressure on their chest, leave Bigfoot tracks on the ground, etc.) A demon can only have a physical presence by getting in a living soul and then gaining control over an animal or person. Then a demon could move a chair, bend a spoon, etc., by causing a demonized person or animal's body to manually physically do such things. A demon can affect a person's body only from the inside out, working through their mind, will, and emotions (living soul). So the answer is No, a demon cannot do all the things that a fallen angel can do. They cannot manifest physically in a bodily form, and they cannot cause Visions, though they may be able to cause dreams in a demonized person.

How does a person become demonized?

It is difficult to say with certainty, as some cases are more voluntary than others. But in cases in which the demonization seems more involuntary, the Bible does seem to describe what happens.

Luke 11:20-26, “But if I drive out demons by the finger of God, then the kingdom of God has come to you. “When a strong man, fully armed, guards his own house, his possessions are safe. But when someone stronger attacks and overpowers him, he takes away the armor in which the man trusted and divides up the spoils. He who is not with me is against me, and he who does not gather with me, scatters. When an evil spirit comes out of a man, it goes through arid places seeking rest and does not find it. Then it says, 'I will return to my house I left.' When it arrives, it finds the house swept clean and put in order. Then it goes and takes seven other spirits more wicked than itself, and they go in and live there. And the final condition of that man is worse than the first.”

One interesting thing to note in this passage is that the demon considers the house to be his, in saying “my house”. There are a couple different ways to interpret this passage, but let's define the strong man as a person who is guarded against demonization. And let's say the demon is the attacker, and once a demon has prevailed, he considers the house to be his. The person has armor that they depend on to keep them safe, and have to keep a guard up. But if a demon is stronger than their armor, the demon might come in and overpower the person, and they become demonized. Then the demon will try to take away the armor of the demonized man, and divide up the possessions of the demonized man. Also, the demon may divide up the task of demonizing the man, by going and getting 7 more demons to join him in inhabiting that man.

So how does the demon overpower the man who is guarded with armor, and get into his house? The Bible does give some indication of how demonization begins.
“ Be ye angry, and sin not: let not the sun go down upon your wrath: neither give place to the devil. Eph 4:26-27

The word here for “give” means to “give or grant” as a voluntary gift. The word for “place” here means a room (like in a house) or a habited space. The word here for “neither” has the distinct implication of “those which are of the same kind or which are part of one whole”.
What this means is that if you are angry and sin because of it, or let a new day begin while still angry, then in this you are also choosing to give space, a room, to the devil, or his demons. People may not realize it when they do this, but these actions are all parts of one whole. And in this people give a room to the devil, and a room could be in a person's house, and it could be a demon that works for Satan who goes into that room, and stays there. This is a description of how demonization can begin. And this describes that in being angry and sinning, staying angry, a person actually in this is choosing to open up the door of their house, forsake their guard and armor, and give a demon room for entry. And once a demon gets inside, overpowering the person who has let their guard down, then that demon will try to take away all their armor, take their possessions, and will come to consider the house to be their own, as Jesus described.

Anger is just one example used here of how this happens, but is it the only thing that could allow a demon entry? Anger (or wrath) is mentioned as a “work of the flesh”, and it seems likely that any work of the flesh, in which sin takes place, or is held on to over time, may also give room to a demon.

Now the works of the flesh are manifest, which are [these]; Adultery, fornication, uncleanness, lasciviousness, Idolatry, witchcraft, hatred, variance, emulations, wrath, strife, seditions, heresies, envyings, murders, drunkenness, revellings, and such like: of the which I tell you before, as I have also told [you] in time past, that they which do such things shall not inherit the kingdom of God. Gal 5:19-21

Mortify therefore your members which are upon the earth; fornication, uncleanness, inordinate affection, evil concupiscence, and covetousness, which is idolatry: Col 3:5

And Eph 4 from above continues, Eph 4:28-32
Let him that stole steal no more: but rather let him labour, working with [his] hands the thing which is good, that he may have to give to him that needeth. Let no corrupt communication proceed out of your mouth, but that which is good to the use of edifying, that it may minister grace unto the hearers. And grieve not the holy Spirit of God, whereby ye are sealed unto the day of redemption. Let all bitterness, and wrath, and anger, and clamour, and evil speaking, be put away from you, with all malice: And be ye kind one to another, tenderhearted, forgiving one another, even as God for Christ's sake hath forgiven you.

So it seems like there are many sinful things, works of the flesh, which are listed along with anger, and these also may give demons room. This may be another meaning of the verse, “For he that soweth to his flesh shall of the flesh reap corruption; but he that soweth to the Spirit shall of the Spirit reap life everlasting.” Gal 6:8
If a person is sinning, whether by committing a sin in anger, or adultery or idolatry etc, or holding onto sinful things inside like anger, bitterness, hatred, etc. this is what opens a door up for demons to gain entry, get a room, and oppress someone. This seems to be true whether the person is not a Christian, or is a Christian.

It is important to note that Eph 4 “ neither give place to the devil ” was not directed at the unsaved, but directed at Christians. Though if this is how demons gain entry, the process would seem to be the same for everyone, Christian or not. When Jesus spoke of a strong man guarding his house with armor, this also seems to be directed at everyone, including Christians. The armor here may refer to choosing to not sin, though everyone does at times to some extent.
However, Jesus also said, “ He who is not with me is against me, and he who does not gather with me, scatters” . The best protection and armor against demons getting into your house, is to be with Jesus Christ and to accept Him as your Lord and Savior. Next, have on the full armor of God (Eph 6), and be guarding your house against invasion, and be walking in the Spirit and sowing to the Spirit, not the flesh.

But the fruit of the Spirit is love, joy, peace, patience, kindness, goodness, faithfulness, gentleness, self-control; against such things there is no law. Gal 5:22-23

Put on the whole armour of God, that ye may be able to stand against the wiles of the devil. For we wrestle not against flesh and blood, but against principalities, against powers, against the rulers of the darkness of this world, against spiritual wickedness in high places. Wherefore take unto you the whole armour of God, that ye may be able to withstand in the evil day, and having done all, to stand. Stand therefore, having your loins girt about with truth, and having on the breastplate of righteousness; And your feet shod with the preparation of the gospel of peace; Above all, taking the shield of faith, wherewith ye shall be able to quench all the fiery darts of the wicked. And take the helmet of salvation, and the sword of the Spirit, which is the word of God: Praying always with all prayer and supplication in the Spirit, and watching thereunto with all perseverance and supplication for all saints; And for me, that utterance may be given unto me, that I may open my mouth boldly, to make known the mystery of the gospel
Eph 6:11-19

A Christian can be oppressed by demons, though the demonization reaching the level of possession seems unlikely because a Christian has the armor of God to at least some extent. And a Christian also has the authority to cast a demon out, should any break through their guard. Another guard against demonization in a Christian is to pray daily, confessing their sins, and asking for forgiveness of sins and cleansing from all unrighteousness.

This then is the message which we have heard of him, and declare unto you, that God is light, and in him is no darkness at all. If we say that we have fellowship with him, and walk in darkness, we lie, and do not the truth: But if we walk in the light, as he is in the light, we have fellowship one with another, and the blood of Jesus Christ his Son cleanseth us from all sin. If we say that we have no sin, we deceive ourselves, and the truth is not in us. If we confess our sins, he is faithful and just to forgive us [our] sins, and to cleanse us from all unrighteousness. If we say that we have not sinned, we make him a liar, and his word is not in us. 1 Jn 1:5-10

Additionally, the Holy Spirit is inside the heart of a born-again Christian (Gal 4:6), and there is a circumcision of the person's heart by the Holy Spirit (Rom 2:29). God writes his laws upon the Christian's heart, and their mind. (Heb 10:16-17). In this, the heart, and the mind to some extent, of a born-again Christian are different and changed from those of an unsaved person. And the peace of God, a fruit of the Holy Spirit, guards the heart and mind of a Christian.
And the peace of God, which surpasses all understanding, will guard your hearts and minds through Christ Jesus. Phl 4:7
In all this, it seems all the more difficult for a Christian to reach a “possession” level of demonization, even though Eph 4 indicates that “oppression” is possible.

A Christian under demonic oppression has all the authority they need, in the power of Jesus Christ, and the power of God through the Holy Spirit of Jesus, to command a demon to get out and stay out, and refuse to let the demon influence them any longer. But the Christian person must choose this by his or her own free will. God does not violate our free will, and the Christian must choose of their free will to kick the demon out of their self, and to repent of whatever sinful work of the flesh opened the door to let the demon get in their house in the first place.

It is arguable that most of the demons in a person do automatically flee a person when or after they become a Christian, without being cast out, as part of the process of repentance and healing. “Submit yourselves then to God. Resist the devil and he will flee from you.” James 4:7

Yet I think stragglers are possible. There may be generational curses, the result of sins of ancestors going back to the immediate 3rd or 4th generations (Ex 20:5). These curses can be broken by Jesus Christ, and demons associated with them may flee or be cast out. There also may be demons that specialize in harassing or tempting a person in areas of sin they have strong problems with, like certain addictions. In this a demon may have taken over a room in the house, fortifying it, and the battle to regain the space could be more difficult. This concept of a fortified area is seen the Biblical term “strong hold”. But there is hope,

For though we walk in flesh, we do not war after the flesh: For the weapons of our warfare [are] not carnal, but mighty through God to the pulling down of strong holds ; Casting down imaginations, and every high thing that exalteth itself against the knowledge of God, and bringing into captivity every thought to the obedience of Christ. 2 Cor 10:3-5

The weapons of our warfare are mighty to pull down strongholds, and our most prominent weapon is the Word of God, which is the sword of the Spirit, the Scriptures, the Bible. This is very fitting with the second meaning of a “strong hold” , which is, “of the arguments and reasonings by which a disputant endeavours to fortify his opinion and defend it against his opponent”. Often the battle with demonic oppression is in the mind, and the best weapon to use against excuses and false reasoning which hold onto sin, is with the Word of God. And also we have the authority Jesus Christ gave believers in Him to cast out demons. Louvado seja Jesus!

So this cleaning house can be a gradual process for the new Christian, but also as the Christian repents of more sin, and asks for forgiveness, and draws near to God, demons may flee, without having to be cast out.


Does this mean that any sinful thought, feeling, or action a person has is caused by a demon?

No, the sinful nature and the flesh, and a person's own heart and mind, are all potential sources of sinful thoughts, feelings, desires, and actions. These are plenty enough to put a person into internal conflict, without any demonization being involved.

I say then, Walk in the Spirit, and ye shall not fulfil the lust of the flesh. For the flesh lusteth against the Spirit, and the Spirit against the flesh: and these are contrary the one to the other: so that ye cannot do the things that ye would. Gal 5:16-17

For we know that the law is spiritual, but I am carnal, sold under sin. For what I am doing, I do not understand. Para o que vou fazer, que eu não pratico, mas o que aborreço, isso faço. If, then, I do what I will not to do, I agree with the law that it is good. But now, it is no longer I who do it, but sin that dwells in me. For I know that in me (that is, in my flesh) nothing good dwells; for to will is present with me, but how to perform what is good I do not find. For the good that I will to do, I do not do; but the evil I will not to do, that I practice. Now if I do what I will not to do, it is no longer I who do it, but sin that dwells in me. I find then a law, that evil is present with me, the one who wills to do good. For I delight in the law of God according to the inward man. But I see another law in my members, warring against the law of my mind, and bringing me into captivity to the law of sin which is in my members. Miserável homem que sou! Who will deliver me from this body of death? I thank God—through Jesus Christ our Lord!
Então, com a mente eu mesmo sirvo à lei de Deus, mas com a carne à lei do pecado. There is therefore now no condemnation to those who are in Christ Jesus, who do not walk according to the flesh, but according to the Spirit. For the law of the Spirit of life in Christ Jesus has made me free from the law of sin and death. For what the law could not do in that it was weak through the flesh, God did by sending His own Son in the likeness of sinful flesh, on account of sin: He condemned sin in the flesh, that the righteous requirement of the law might be fulfilled in us who do not walk according to the flesh but according to the Spirit.
For those who live according to the flesh set their minds on the things of the flesh, but those who live according to the Spirit, the things of the Spirit. Para a inclinação da carne é a morte, mas a inclinação do Espírito é vida e paz. Because the carnal mind is enmity against God; for it is not subject to the law of God, nor indeed can be. So then, those who are in the flesh cannot please God. But you are not in the flesh but in the Spirit, if indeed the Spirit of God dwells in you. Now if anyone does not have the Spirit of Christ, he is not His. And if Christ is in you, the body is dead because of sin, but the Spirit is life because of righteousness. But if the Spirit of Him who raised Jesus from the dead dwells in you, He who raised Christ from the dead will also give life to your mortal bodies through His Spirit who dwells in you. Therefore, brethren, we are debtors—not to the flesh, to live according to the flesh. For if you live according to the flesh you will die; but if by the Spirit you put to death the deeds of the body, you will live. For as many as are led by the Spirit of God, these are sons of God. Rom 7:14-25, 8:1-14

Demonization is more likely to be present where there seems to be symptoms of demonization, for instance: a loss of a person being in their “right mind”, symptoms of insanity (to a lesser or greater degree), habitual or repetitive sin like sinful addictions, or self-perception of a loss of self-control.

And temptations also can come from the flesh and sinful nature, even in Christians, without a demon being the cause.
Ye know how through infirmity of the flesh I preached the gospel unto you at the first. And my temptation which was in my flesh ye despised not, nor rejected; but received me as an angel of God, [even] as Christ Jesus. Gal 4:13-14

From whence come wars and fightings among you? come they not hence, even of your lusts that war in your members ? Ye lust, and have not: ye kill, and desire to have, and cannot obtain: ye fight and war, yet ye have not, because ye ask not. Ye ask, and receive not, because ye ask amiss, that ye may consume it upon your lusts. Ye adulterers and adulteresses, know ye not that the friendship of the world is enmity with God? whosoever therefore will be a friend of the world is the enemy of God. Do ye think that the scripture saith in vain, The spirit that dwelleth in us lusteth to envy? But he giveth more grace. Wherefore he saith, God resisteth the proud, but giveth grace unto the humble. Submit yourselves therefore to God. Resist the devil, and he will flee from you. Draw nigh to God, and he will draw nigh to you. Cleanse your hands, ye sinners; and purify your hearts, ye double minded. Be afflicted, and mourn, and weep: let your laughter be turned to mourning, and your joy to heaviness. Humble yourselves in the sight of the Lord, and he shall lift you up. James 4:1-10

If indeed you have heard Him and have been taught by Him, as the truth is in Jesus: that you put off, concerning your former conduct, the old man which grows corrupt according to the deceitful lusts, and be renewed in the spirit of your mind, and that you put on the new man which was created according to God, in true righteousness and holiness. Eph 4:21-24

Do you not know that those who run in a race all run, but one receives the prize? Run in such a way that you may obtain it. And everyone who competes for the prize is temperate in all things. Now they do it to obtain a perishable crown, but we for an imperishable crown. Therefore I run thus: not with uncertainty. Thus I fight: not as one who beats the air. But I discipline my body and bring it into subjection, lest, when I have preached to others, I myself should become disqualified… No temptation has overtaken you except such as is common to man; but God is faithful, who will not allow you to be tempted beyond what you are able, but with the temptation will also make the way of escape, that you may be able to bear it. 1 Cor 9:24-27, 10:13

Jesus Christ gives Christians the ability to learn to walk in and according to the Spirit, in a process of sanctification, and through His power to overcome our flesh, sinful nature, and temptations, having been given a new nature in Him.

Ultimately, we Christians and our bodies belong to God. A demon cannot “own” or “possess” us, as truly we are owned or possessed by God, purchased by the blood of Jesus Christ. The Bible says in 1 Cor 6:19-20, ” What? know ye not that your body is the temple of the Holy Ghost [which is] in you, which ye have of God, and ye are not your own? For ye are bought with a price: therefore glorify God in your body, and in your spirit, which are God's.” Christians are owned by God, and demons will be evicted by the true owner, Jesus Christ.

The people to be truly concerned about when it comes to demonization are those who are not Christians, who do not have the armor of God, nor the Holy Spirit, and do not have the authority to cast out demons in Jesus Christ's name. People today may fair no better than the demonized people in the New Testament, who Jesus helped and healed by casting demons out of them. If sin leads to oppression, once they have reached an “oppressed” level of demonization, they are more at risk for reaching the “possessed” level. Jesus and His disciples cast out demons many times in the New Testament. Jesus and His disciples were the Deliverance ministers and exorcists at that time, helping people who were demonized by casting out the demons. Jesus said those who believed in Him would also cast out demons.

“He said to them, “Go into all the world and preach the good news to every creature. Whoever believes and is baptized will be saved, but whoever does not believe will be condemned. And these signs will accompany those who believe: In my name they will drive out demons; they will speak in new tongues; they will pick up snakes with their hands; and when they drink deadly poison, it will not hurt them at all; they will place their hands on sick people, and they will get well.” Mark 16:16-18

There is no doubt that driving out demons is just as valid a Christian ministry today as it ever was. It is a needed ministry, needed by the hurting people who are demonized today. Jesus wants the church today, the body of Christ, to practice deliverance ministry, as He did, and help these people.