This page has been translated from English

A Survey of the Abyss no Antigo e Novo Testamento

A Survey of the Abyss no Antigo e Novo Testamento

A primeira vez que eu lembro de ter visto o Abismo mencionado na Bíblia estava em Lucas 8:31, onde os demônios em um homem pediu a Jesus que não enviá-los ao abismo.

"E eles lhe implorou várias vezes para não obrigá-los a ir para o abismo."

Isso realmente despertou minha curiosidade, e assim tenho feito algum estudo sobre este lugar desde então. Só a partir de Luke algumas coisas pode ser conhecido sobre o abismo. Uma delas é que os demônios têm medo de que eles podem ser enviados para lá, e assim também que é um lugar espíritos poderiam teoricamente ser enviada. Os demônios pareciam considerar ser enviado para lá em tempo real possibilidade literal, de modo que o Abyss parece ser um lugar real literal, que existiu há 2000 anos atrás, e por pelo menos algum tempo antes, e de modo geral pode-se assumir que ainda existem agora.

No Novo Testamento esta palavra no grego é "abyssos" (Strong 12) e é utilizado 8 vezes outros no Novo Testamento. A maioria destes tempos estão no livro de Apocalipse:

Rev 9:01 "E o quinto anjo tocou a trombeta, e vi uma estrela que do céu caíra sobre a terra: e foi-lhe dada a chave do abismo Abismo (12) (5421)."

Rev 9:02 "E abriu o poço Abyss (12) (5421), e subiu fumaça do poço (5421), como a fumaça de uma grande fornalha, e que o sol eo ar escureceram-se de a fumaça do poço (5421). "

Rev 9:11 "E eles tinham um rei entre eles, o anjo do Abismo (12), cujo nome na língua hebraica é Abaddon (3), mas, na língua grega Apoliom."

Rev 11:07 "E, quando acabarem o seu testemunho, a besta que sobe do Abismo (12) fará guerra contra eles, e os vencerá, e matá-los."

Rev 17:08 "A besta que viste era e não é, e subirá do abismo (12), e irá à perdição, e os que habitam sobre a terra se admirarão, cujos nomes não foram escritos no livro da vida desde a fundação do mundo, quando virem a besta que era e não é, e ainda é. "

Rev 20:1-3 "E vi um anjo descer do céu, que tinha a chave do Abismo (12) e uma grande cadeia na sua mão. Ele prendeu o dragão, a antiga serpente, que é o Diabo, e Satanás, e amarrou-o por mil anos, e lançou-o no abismo (12), e ali o encerrou, e pôs selo sobre ele, que ele deve enganar as nações não mais, até que os mil anos deve ser cumprida, e depois importa que seja solto por um pouco ".

Rom 10:07 "Ou: Quem descerá ao abismo? (12) (isto é, para fazer subir a Cristo dentre os mortos.) "

A partir destas passagens há muito mais que podemos aprender sobre o abismo. A palavra "phrear" para "pit" (Strong 5421) é usado como sinônimo de forma descritiva com o Abyss em vários lugares. A palavra "phrear" é usada sete vezes no Novo Testamento, e é traduzido como um "poço" ou um "bem" de todos os tempos. Como em um "burro caiu em um poço" ou "o bem é muito profunda". A partir deste podemos concluir que o Abismo é como um poço ou um poço, para baixo localizada na terra.

A partir destes versos em Apocalipse podemos também aprender:

1. O Abismo pode ser usado como uma prisão para anjos caídos, pois um dia vai ser usado como uma prisão para o anjo caído Satanás, que será vinculado em cadeias lá por 1000 anos.
2. The Abyss tem uma chave que é usada duas vezes em Apocalipse para abrir ou fechar o abismo, mais uma vez referência ao Abismo como sendo como uma prisão que pode ser trancada e fechada.
3. Há um anjo do Abismo, cujo nome é Abaddon.
4. O Abismo está localizado baixo na terra, e novamente, o abismo parece estar localizado para baixo, abaixo da superfície da terra, dentro da terra, como "a besta" é dito para "subir" out of the Abyss.

E assim o Abismo é um lugar onde um anjo caído pode ser preso em cadeias, para baixo dentro da terra. Há alguns versos outros no Novo Testamento que parecem fazer referência a um lugar que atendam essa descrição funcional.

"E aos anjos que não guardaram o seu principado, mas deixaram a sua própria habitação, ele os tem reservado em prisões eternas na escuridão para o juízo do grande dia. Assim como Sodoma e Gomorra, e as cidades da mesma maneira, se entregue à prostituição, e ido após outra carne, foram postas por exemplo, sofrendo a vingança do fogo eterno. "Jude 1:6-7

"Porque, se Deus não perdoou aos anjos que pecaram, mas lançou [eles] para baixo para Tártaro, e entregue [eles] às cadeias da escuridão, ficando reservados para o juízo; pessoa E não poupou o mundo antigo, mas guardou a Noé o oitavo [ ], um pregador da justiça, ao trazer o dilúvio sobre o mundo dos ímpios, e transformando as cidades de Sodoma e Gomorra em cinzas condenado [eles] com um golpe, fazendo com que [eles] dá por exemplo para os que depois de deveriam viver. "Pet 2 2:4-6

Ambos Jude e Peter fazem referência a um lugar onde os anjos caídos são presos. Peter usa o verbo aqui "tartaroo" (Strong 5020), que significa "para derrubarem a Tártaro". Pedro usa um verbo para "casting até Tártaro", dizendo que Deus expulsou os anjos caídos lá embaixo, enquanto na verdade não afirmando que esses anjos caídos estão em "Tártaro", como está de acordo com a mitologia grega. Mas a Wikipedia diz de Tártaro, na mitologia grega, "É um lugar profundo e sombrio, um poço, ou um abismo usado como um calabouço ... Na mitologia grega, o Tártaro é tanto uma divindade e um lugar no submundo ... Muitos, mas não todos of the Titans, foram lançados no Tártaro. Cronos foi aprisionado no Tártaro. Outros deuses podem ser condenados para o Tártaro, bem ... Cronus, o governante dos Titãs, foi atirado para dentro do abismo do Tártaro por seus filhos ". [1]

Tartaros corresponde à descrição do Abismo, de ser um poço, e uma prisão ou calabouço, onde "deuses" pode ser preso (como a Bíblia às vezes chama anjos minúsculas-g "deuses"). [2] Como tal, a ação descrita por "anjos que pecaram, mas lançou-os no Tártaro" de 2 Pedro é sinônimo de "expulsá-lo [Satanás] no abismo" do Rev 20, e os termos Abyss e Tártaro, são sinônimos.

De acordo com Judas, os anjos caídos que foram lançados até o Abyss são os que pecaram por não manter o seu principado, que também é traduzido como "não manter seu próprio domínio". 2 Pedro 2:5-6 lança luz sobre o momento em que isso aconteceu, como parece haver uma ordem cronológica a ser utilizado. Em primeiro lugar estavam pecando anjos que não guardaram o seu próprio domínio, Flood o segundo, e terceiro a ofSodom destruição. Jude faz uma comparação entre os anjos que pecaram por não manter o seu próprio domínio ea ofSodomandGomorrah pecado sexual. E assim os anjos que pecaram por "não manter seu próprio domínio, abandonou sua morada correcta" é comparado ao povo ofSodom "se entregue à fornicação e ido após outra carne". No conjunto, este aponta para quando esses anjos pecaram provável estar certo antes do dilúvio, eo pecado sendo de natureza sexual, de ir atrás de outra carne. E este é exatamente o que encontramos se olharmos para Gen 6:1-4, entendendo que os "filhos de Deus" eram anjos.

"E aconteceu que, quando os homens começaram a multiplicar sobre a face da terra, e as filhas nasceram-lhes: Que os filhos de Deus viram as filhas dos homens que eles [estavam] justo, e tomaram para si mulheres de todas as que escolheram. E disse o SENHOR: Meu espírito não permanecerá para sempre com o homem, para que ele também [é] a carne: porém os seus dias serão cento e vinte anos. Havia gigantes na terra naqueles dias e também depois, quando os filhos de Deus entraram às filhas dos homens, e eles nu [as crianças] para eles, o mesmo [ficou] valentes que [eram] os tempos antigos, os homens de renome. "Gen 6:1-4

E assim é esses anjos caídos mencionados em Gênesis 6, que pecou antes do Dilúvio, deixando a morada do céu, descendo à terra, e tomando mulheres e ter filhos com elas, que foram presos por Deus por este pecado no Abismo (ou Tártaro).

Voltando ao Abismo, ea palavra "abyssos", como ele é usado em Romanos 10:

"Mas a justiça que vem da fé diz assim: Não digas em teu coração: Quem subirá ao céu? (Isto é, para trazer Cristo de cima para baixo) Ou: Quem descerá ao abismo? (Isto é, para fazer subir a Cristo dentre os mortos.) "- Rom 10:6-7

Sabendo que os anjos caídos de Gênesis 6 são presos no abismo, essa passagem faz muito mais sentido, quando cruzados com uma   Pedro 3.

"Porque também Cristo padeceu uma vez pelos pecados, o justo pelos injustos, para levar-nos a Deus, sendo morto na carne, mas vivificado pelo Espírito: Por qual também foi, e pregou aos espíritos em prisão ; quais noutro tempo foram rebeldes, quando a longanimidade de Deus esperava nos dias de Noé, enquanto a arca era uma preparação, na qual poucas, isto é, oito almas se salvaram pela água "1 Pe 3:18-20.

Pedro nos diz que em algum momento Jesus foi pregar para esses anjos caídos aprisionados no Abismo, esses "espíritos em prisão", e 10 Romanos feitas para o presente, contrastando "presença em cima no céu com Jesus" Jesus visita ao abismo abaixo. Romanos também mostra que os anjos aprisionados no Abismo são consideradas como "morto" enquanto estava preso, ainda que como anjos caídos são imortais, como a palavra aqui traduzida como "morto", o adjetivo "nekros" pode significar "espiritualmente mortos" ou, ainda, significar uma é "destituído de força ou poder, inativo, inoperante". Isto está de acordo com Satanás ser inativo enquanto estava preso no abismo por 1000 anos de Apocalipse 20 descreve. Também deve ser notado que a palavra grega "phylake" (Strong 5438) é usado em ambos os 1 Ped 3 e Rev 20 como "prisão", em referência ao abismo.

Quanto ao momento de quando Jesus visitou o Abyss e falou com os anjos caídos presos lá, ele parece ter sido após a ressurreição de Jesus e antes de Sua ascensão ao céu. O mesmo evento parece ser referenciado em Efésios 4:8-10, que também indica a localização do Abismo de estar dentro da terra.
"Por isso diz: Quando ele subiu às alturas, levou cativo o cativeiro, e deu dons aos homens. (Agora que ele subiu, o que é mas que ele também desceu às partes mais baixas da terra? Aquele que desceu é também o mesmo que subiu acima de todos os céus, para que pudesse cumprir todas as coisas.) "

Basta olhar para as referências do Novo Testamento para o Abismo, é possível reunir muita informação sobre o Abismo. Mas o Antigo Testamento também faz referência ao Abismo no hebraico. Para ver onde as referências do Velho Testamento para o Abismo, em hebraico, é necessário saber qual palavra ou palavras em hebraico se referem a ele.

Em Apocalipse 20 está profetizado que Satanás seria expulso ao abismo.
"Ele prendeu o dragão, a antiga serpente, que é o Diabo, e Satanás, e amarrou-o por mil anos, e lançou-o no abismo".

Esta profecia é paralelo de Satanás em Isaías 14:
Isa 14:15,19 [3] "Ainda serás levado ao inferno, para os lados do poço ... Mas tu és lançado da tua sepultura, como um renovo abominável, [e como] as vestes dos que foram mortos, atravessado por uma espada, que vão até as pedras da cova, como cadáver pisado "Isa 14:15,19 [3].

A palavra aqui para "pit" é "bowr" (Strong 953) e significa um "pit, bem, cisterna". Por causa do contexto da profecia de Isaías 14, da prisão de Satanás no Abismo, podemos saber que às vezes a palavra "bowr" em hebraico é usado para se referir ao abismo. Embora muitas vezes esta palavra também é usada para se referir a um poço, bem, ou calabouço em um sentido geral, ele também parece referir-se ao abismo em vários outros versículos. O exemplo mais notável é em Ezequiel 31. Nos versículos seguintes a palavra "abismo" está sendo substituído pela palavra "bowr".

Eze 31:3-16 "Eis que a Assíria [foi] um cedro no Líbano, de ramos formosos, e com uma mortalha de sombra e de alta estatura, ea sua copa estava entre os ramos espessos. As águas o fizeram crescer, o abismo colocá-lo lá de cima, com suas correntes corriam em torno da sua plantação, e ele enviava os regatos a todas as árvores do campo. Portanto, sua altura era exaltada acima de todas as árvores do campo, e os seus ramos se multiplicaram, e os seus ramos se tornou muito por causa da multidão das águas, quando brotava. Todas as aves do céu se aninhavam nos seus ramos, e em seus ramos fizeram todos os animais do campo trazer seus jovens, e debaixo da sua sombra habitavam todos os grandes povos. Assim era ele formoso na sua grandeza, na extensão dos seus ramos, porque a sua raiz estava junto às muitas águas. Os cedros no jardim de Deus não podia escondê-lo: as faias não eram como os seus renovos, e as castanheiras não eram como os seus ramos; nenhuma árvore no jardim de Deus se assemelhava a ele na sua formosura. Eu tê-lo feito justo pela multidão dos seus ramos, de modo que todas as árvores do Éden, que [estavam] no jardim de Deus, tiveram inveja dele. Portanto assim diz o Senhor DEUS: Porquanto elevaste de altura, e tem um tiro a sua copa no meio dos espessos ramos, eo seu coração se levantou em sua altura, eu o entregarei na mão do mais poderoso dos gentios; certamente ele deverá lidar com ele: eu dirigi-lo para a sua maldade. E estranhos, os mais terríveis das nações, o cortarão, e deixaram-lhe: sobre os montes e em todos os vales seus ramos já caíram, e os seus renovos serão quebrados por todos os rios da terra, e todo o povo de a terra se retirarão da sua sombra, e tê-lo deixado. Após a sua ruína Todas as aves do céu permanecem, e todos os animais do campo estará sobre os seus ramos: a fim de que nenhuma de todas as árvores junto às águas não se exaltem na sua estatura, nem levantem a sua copa entre os ramos espessos, nem as árvores de pé na sua altura, toda a água que bebem, porque estão todos entregues à morte, às partes mais baixas da terra, no meio dos filhos dos homens, com os que descem ao abismo . Assim diz o Senhor DEUS: No dia em que ele desceu à sepultura eu que houvesse luto: Eu cobri o abismo, por ele, e eu contido as enchentes º, e as grandes águas foram suspensos, e eu fazia o Líbano para chorar por ele , e todas as árvores do campo por causa dele desfaleceram. Eu fiz tremer as nações ao som da sua queda, quando o fiz descer ao inferno com os que descem ao abismo: e todas as árvores do Éden, a flor eo melhor do Líbano, todas as que bebem águas, se consolavam nas partes mais baixas da terra. "

Esta passagem em Ezequiel, com imagens simbólicas, fala de "a Assíria", que era uma árvore de cedro grande gigante que tinha muitos galhos e folhas, e de outras árvores de grande altura. Esta árvore assírio é dito ter sido invejada por outras árvores, que estavam no Éden, o Jardim de Deus, o que coloca a história ter ocorrido antes do dilúvio, antes de Éden foi destruído. Também especificamente mencionados são grandes águas e enchentes do fundo do mar sendo contido ("fontes do abismo foram parados" Gen 8:2). O quadro geral aqui é que esta árvore foi destruída em águas da enchente, e não só isso, mas que ele foi obrigado a descer ao abismo, nas partes mais baixas da Terra, no momento da inundação, e então a profunda foi coberto e abaixo do Abismo profundo. (O abismo refere-se aos oceanos profundos ou águas). A menção do Éden e uma grande inundação, e todos sendo "entregues à morte ... no meio dos filhos dos homens" parece apontar para o grande Dilúvio do tempo de Noé. Nos tempos antigos, muitas culturas adoravam árvores como deuses, ou uma árvore foi pensado para conter um deus. [4] A Bíblia às vezes se refere aos anjos como "deuses", e como tal aqui em Ezequiel pode ser que a árvore assírios e outras árvores mencionadas representam simbolicamente os anjos. Parece que a árvore Assírio e todos os seus desdobramentos poderia se referir a filhos de Deus de Gênesis 6. Que as árvores eram conhecidos por sua grande altura vagamente se relaciona com anjos caídos ter desejado gigantes altos como Gênesis 6 registros. Esta passagem de Ezequiel 31 de maio ser o principal lugar na Bíblia que os registros da prisão dos anjos caídos de Gênesis 6 para o abismo, dentro da partes mais baixas da terra, na época do dilúvio de Noé.

Dilúvio de tempo de Noé é registrado na Bíblia ter sido um evento mundial, em que as "fontes da explosão profunda aberto" (Gn 7:11), que eram águas subterrâneas abaixo da terra. Os montes foram cobertos, ea terra passou por mudanças profundas. Pensa-se que coisas como o petróleo eo carvão subterrâneas foram formadas a partir de grandes quantidades de vegetação morta ea vida animal que morreu em seguida. Tem-se observado que há muitas coisas estranhas em geologia, como fósseis aquáticos em cima de altas montanhas, que são bem explicadas por uma inundação violenta e destrutiva em todo o mundo misturando e transformando a terra eo mar caoticamente. Vegetação muito que estava na superfície foram para a clandestinidade e tornou-se o óleo, e as coisas que estavam no oceano estão agora no topo de montanhas. Não é difícil imaginar que Deus poderia ter aprisionado anjos caídos dentro de um abismo profundo dentro da terra durante o dilúvio, se um é responsável por quão violento e de mudar o mundo o Dilúvio realmente era. [5]

Outro verso que usa a palavra "bowr" parece sugerir a estrutura da prisão do Abismo.

Lam 3:53-55 "Eles cortaram a minha vida na masmorra (" bowr "Abyss), e lançaram pedras sobre mim. Águas correram sobre a minha cabeça, então eu disse: Estou cortado. Invoquei o teu nome, ó Senhor, para fora da dungeon baixa ("bowr" Abismo). "

O quadro aqui é de jogar alguém em um poço profundo, bem ou cisterna, e cobrindo-os com uma pedra como forma para selá-lo. Em seguida, a água da chuva não iria entrar na cisterna, mas o fluxo em cima da pedra. A idéia geral é um buraco profundo, coberto por rock, e água em cima disso. A razão pela qual as palavras para "pit, bem, cisterna" tantas vezes também significar uma "prisão ou calabouço" é porque cisternas eram frequentemente usados ​​para prender as pessoas naqueles tempos, por exemplo, Jeremias foi preso em uma masmorra, tais como em Jeremias 37. [6] Comparativamente, o abismo parece ser um poço profundo no interior da terra, coberto por terra ou rocha, e em cima deste, águas profundas (ou oceanos).

Ezequiel menciona o Abyss várias outras vezes usando a palavra hebraica "bowr".

Ezequiel 26:19-20 "Porque assim diz o Senhor DEUS: Quando eu te fizer uma cidade assolada, como as cidades que não são habitadas, quando eu fizer subir sobre ti o abismo, e as muitas águas te cobrirem, Quando eu te farão descer com os que descem para o abismo, com o povo antigo, e te farei habitar nas mais baixas partes da terra, em lugares desertos antigos, com os que descem ao abismo, para que não sejas habitadas, e eu estabelecerei a glória na terra dos vivos ".

Aqui, tanto o Abismo e "povo antigo" são mencionados, e do Abismo está novamente a ser descrito nas partes baixas da terra. Existe alguma dica aqui que "lugares desertos de há muito" pode agora ser localizada dentro da terra em ruínas. Novamente, é bem possível que durante o dilúvio mundial que os restos de pré-inundação destruiu cidades tornou-se enterrado nas profundezas da terra.

Eze 32:18, 23-25, 29-30 "Filho do homem, pranteia sobre a multidão do Egito, e lançá-los para baixo, [mesmo] ela e as filhas das nações majestosas, até as partes inferiores da terra, com os que descem ao abismo ... Os seus sepulcros foram postos no mais interior do Abismo, e sua companhia está em redor do seu sepulcro; todos eles mortos, abatidos à espada, o que causou terror na terra dos vivos. Lá [é] Elão com toda a sua multidão em volta do seu sepulcro, todos eles mortos, abatidos à espada, os quais desceram incircuncisos às partes mais baixas da terra, que causaram terror na terra dos vivos, ainda tem a sua vergonha com os que descem ao abismo lhe puseram uma cama no meio dos mortos com toda a sua multidão:. seus túmulos [estão] ao redor de si: todos eles são incircuncisos, mortos à espada: embora sua causaram terror na terra dos viventes, e levaram a sua vergonha com os que descem ao abismo: ele é colocado no meio de [a eles que ser] morto ... Não [é] Edom, seus reis e todos os seus príncipes, que com seu poder foram postos por [os que estavam] foram mortos à espada; estes jazem com os incircuncisos e com os que descem ao abismo. Lá [ser] os príncipes do norte, todos eles, e todos os sidônios, que desceram com os mortos, com o terror que eles têm vergonha do seu poder, e jazem incircuncisos com [a eles que ser] morto pelos espada, e levam a sua vergonha com os que descem ao abismo. "

Nesta passagem, é claro que o Abyss pode ter sepulturas em seus lados, semelhante à forma como um cemitério pode ter sepulturas. Pode haver sepulturas no Abismo, mas esta passagem indica que o Abyss não é "grave a", mesmo que o Abyss pode ter sepulturas em torno dele. Além disso, esta passagem indica que há vergonha associada com aqueles que estão no abismo, e que levam a sua vergonha, e mais uma vez confirma que o Abyss está localizado nas partes mais baixas da Terra.

Outra passagem é encontrado em Isaías,
"E virá para passar naquele dia, [que] o Senhor castigará os exércitos do alto [que estão] no alto, e os reis da terra sobre a terra. E eles serão reunidos, [como] os presos estão reunidos no Abismo, (e serão encerrados na prisão, e depois de muitos dias serão visitados.) Então a lua se confundirá, eo sol se envergonhará, quando o SENHOR dos Exércitos reinar no monte Sião e em Jerusalém, e perante os seus anciãos gloriosamente. "Isa 24:21-23-

Isaías profetizou nesta profecia final dos tempos, quase como uma tangente, que aqueles no Abismo, na prisão, seriam visitados depois de muitos dias. Este parece referir-se quando Jesus desceu ao abismo para falar com os anjos caídos presos lá, como já cobertas.

Outras passagens parecem dica da história dos anjos caídos aprisionados no Abismo de passagem, ou mais poeticamente, para ilustrar um ponto.

Salmo 143:3-7 "Pois o inimigo perseguiu a minha alma, ele feriu a minha vida para o chão, ele fez-me habitar na escuridão, como aqueles que morreram há muito. Portanto, é o meu espírito se angustia em mim; meu coração em mim está desolado. Lembro-me dos dias antigos; medito em todas as tuas obras, medito na obra das tuas mãos. Eu estendo as minhas mãos a ti a minha alma [tem sede] depois de ti, como terra sedenta. Selah. Ouve-me depressa, ó Senhor: meu espírito desfalece; esconder o rosto, não de mim o teu, para que eu não seja semelhante aos que descem ao abismo ".

Isto indica que Deus escondeu o rosto daqueles que desceram para o abismo. É mais ou menos implícito que os do Abyss há muito tempo "morto" e estão em trevas, e os "dias antigos" são especificamente mencionados. Esta passagem é mais um indício da história dos anjos caídos presos do que qualquer coisa definitiva.

Prov 1:11-12 "Se disserem: Vem conosco, deixe-nos armam ciladas para sangue, deixe-nos espreitam o inocente sem motivo: Vamos engoli-los vivos, como a sepultura, e inteiros, como os que descem no abismo "

Isto implica que aqueles que desceram para o abismo desceu todo. A palavra aqui para "todo" significa completa ou inteira, e isso pode fazer referência ao Abismo segurando todo o grupo de anjos caídos que pecaram antes do dilúvio.

cannot hope for thy truth.” Isa 38:18 "Para a sepultura não pode louvar-te, a morte pode [não] celebram-te: os que descem para o abismo não podem esperar na tua verdade."

This verse indicates with these 3 separate terms that the grave (sheol), death, and the Abyss are not referring to the same things, even though they are sometimes associated together.

Psalm 88:4-8, 9-12 “I am counted with them that go down into the Abyss: I am as a man [that hath] no strength: Free among the dead, like the slain that lie in the grave, whom thou rememberest no more: and they are cut off from thy hand. Thou hast laid me in the lowest Abyss, in darkness, in the deeps. Thy wrath lieth hard upon me, and thou hast afflicted [me] with all thy waves. Selah. Thou hast put away mine acquaintance far from me; thou hast made me an abomination unto them: [I am] shut up, and I cannot come forth…Mine eye mourneth by reason of affliction: LORD, I have called daily upon thee, I have stretched out my hands unto thee. Wilt thou shew wonders to the dead? shall the dead arise [and] praise thee? Selah. Shall thy lovingkindness be declared in the grave? [or] thy faithfulness in destruction? Shall thy wonders be known in the dark? and thy righteousness in the land of forgetfulness?”

This passage shows the Abyss to be understood as dark place in the “deeps” which refers to deep oceans depths. Referenced are being afflicted with waves, and being shut up and unable to come out. This is the last major passage which seems to refer to the Abyss with the Hebrew word “bowr”. But what is also interesting here in Psalm 88 is the parallel of the “grave” with a place called “destruction”, “Shall thy lovingkindness be declared in the grave? [or] thy faithfulness in destruction?” This parallel is much like how both the “grave” and “Abyss” were mentioned in Isa 38:18. This is noteworthy because the word here for the place “destruction” is “abaddown”, or Abaddon. This is the Hebrew word that most closely matches the name of the “angel of the Abyss”, Abaddon, who is mentioned in the book of Revelation.

Rev 9:11 “And they had a king over them, [which is] the angel of the Abyss, whose name in the Hebrew tongue [is] Abaddon, but in the Greek tongue hath [his] name Apollyon.”

The word Abaddon in Greek is “Abaddon” (Strong's 3) and it means, “ruin, destruction, the place of destruction”. It is only used here in the New Testament, but it comes from the Hebrew “abaddown” (Strong's 11) which means, “place of destruction, destruction, ruin, Abaddon”.

Besides in Psalms 88, this word “abaddown” is used 5 other times in the Old Testament. Because of the parallels seen in Isa 38 and Psalm 88 between “the grave” and “the Abyss”, and “the grave” and the place “Destruction”, and because of the way Abyss/”bowr” and Destruction/“Abaddon” could be synonyms, based on how these words are used in Psalm 88, and because of the relating of the word “abbadown/Abaddon” to the Abyss as seen in Rev 9, it stands to reason that “abaddown” could be another synonymous word in Hebrew that references to the Abyss. So let's look at the other 5 instances “abaddown” is used.

“The dead tremble, those under the waters, and those inhabiting them. Sheol [is] naked before Him, And Destruction (abaddown) has no covering.” Job 26:5-6

In this first instance the grave (Sheol) and destruction (Abaddon) seem to be paralleled as two different places, both of which God can see into without obstacle, though men cannot. Also mentioned are the “dead” who “tremble, those under the waters” which could refer to those in the Abyss, which is said to be covered by deep waters. Based on contextual clues, it does seem possible that the place “Destruction” or “Abaddown” is another synonym for the Abyss.

Job 31:9-12 “If my heart has been enticed by a woman, Or if I have lurked at my neighbor's door, then let my wife grind for another, And let others bow down over her. For that would be wickedness; Yes, it would be iniquity deserving of judgment, for that would be a fire that consumes to Abaddon/Destruction, and would root out all my increase.”

In this passage Job mentions sexual immorality as a crime deserving of judgment, judgment that consumes to a place called Destruction/Abaddon and makes one lose all they had. This very generally keeps with the theme of the fallen angels of Genesis 6, sexual immorality deserving judgment, judgment bringing the destruction of the Flood, and them losing everything they had, being imprisoned in the Abyss. There is a parallel here that may indicate Job is referring to the Abyss with the term Abaddon/Destruction.

(As for the fire mentioned, it may be that the fire which consumes to Destruction/Abaddon means a fire that consumes down into the Abyss. Deut 32:21-22 prophetically mentions God doing this, as the earth will someday be destroyed by fire. “They have moved me to jealousy with [that which is] not God; they have provoked me to anger with their vanities: and I will move them to jealousy with [those which are] not a people; I will provoke them to anger with a foolish nation. For a fire is kindled in mine anger, and shall burn unto the lowest hell, and shall consume the earth with her increase, and set on fire the foundations of the mountains.” )

Job 28:20-24 “From where, then, does wisdom come? And where is the place of understanding? It is hidden from the eyes of all living and concealed from the birds of the air. Abaddon and Death say, 'We have heard a rumor of it with our ears.'” God understands the way to it, and He knows its place. For He looks to the ends of the earth and sees everything under the heavens.”

This passage again emphasizes the point that God can see every place under the heavens, while the “place of understanding” has been hidden from the view of men and birds. Here Abaddon and Death are personified to speak, and have ears, and say they have heard a rumor of the place where wisdom and understanding come from. As Job already established that Abaddon (Destruction) was a hidden covered place, the point here may be that even those there, fallen angels, have only heard a rumor of the place of understanding where wisdom comes from. Overall this is poetic, with a running theme of concealment or non-concealment, and seems to mention the place called Abaddon/Destruction, but this place is personified. The meaning here may be that Death (sometimes associated with Satan, Heb 2:14) and Destruction (other fallen angels personified?) do not have understanding or wisdom, having only heard a rumor of it.

The same theme of God being able to see even into Sheol and the place Abaddon/Destruction is also found in Prov 15:11,
“The grave/Sheol and destruction/Abaddon are before the LORD: how much more then the hearts of the children of men?”

Abaddown is used a final time in Prov 27:20, “Sheol and Abaddon are never satisfied, and never satisfied are the eyes of man.” Both Sheol and Abaddon are personified in this passage, as never being satiated or satisfied. The grave, Sheol, is never satisfied because people are always dying. If Destruction/Abaddon is the same place as the Abyss, a prison for fallen angels rarely opened or shut in the Bible, then it may be that the personification here refers to the fallen angels of Genesis 6 imprisoned in the Abyss, who were not satisfied with what they had and wanted more, or to the “angel of the Abyss” named Abaddon. Between this and the personification of Destruction/Abaddon in Job, it seems that Bible in the Old Testament does somewhat point to Abaddon both being a place and also an individual (as Abaddon is mentioned as an individual in Rev 9).

Let's look at Psalm 88 again, “I am counted with them that go down into the Abyss … Thou hast laid me in the lowest Abyss, in darkness, in the deeps . Thy wrath lieth hard upon me, and thou hast afflicted [me] with all thy waves. Selah. Thou hast put away mine acquaintance far from me; thou hast made me an abomination unto them: [I am] shut up, and I cannot come forth…Wilt thou shew wonders to the dead? shall the dead arise [and] praise thee? Selah. Shall thy lovingkindness be declared in the grave? [or] thy faithfulness in destruction ? (Abaddown?) Shall thy wonders be known in the dark ? and thy righteousness in the land of forgetfulness ?”

Aqui, o Abyss e Destruição / Abaddon como lugares são comparados mais de perto como sinônimos. Se este for o caso, então está implícito que o lugar é escuro Abaddon, o mesmo que é dito sobre o Abismo, e é uma terra de esquecimento ou uma terra de que é esquecido, o que corresponde em Eze 26 lugares "desolado da velhos ", disse do Abismo; ambas as descrições correspondentes a essas of the Abyss.

Até agora vimos que a palavra grega Abyss "abyssos" é referenciado como Tártaro, com o verbo "tartaroo", a palavra "phrear" para "pit" é usado como um sinônimo, e também o general descritivo termo "phylake" ou "prisão" foi usado para se referir ao Abismo no grego. Comparando Rev 20 e Isa 14, podemos ver a palavra hebraica "bowr" às vezes é usado para fazer referência ao Abismo, o que significa um "pit, bem, ou cisterna". Provavelmente também "abaddown", um lugar de destruição, as referências à Abyss, às vezes com personificação.

Existem outros Velho Testamento que se referem as palavras para o Abismo? Vimos que as palavras que são usados ​​para se referir a um "pit, bem, cisterna prisão," em geral também pode às vezes ser usado para se referir à Abyss, e como tal pode haver mais palavras que se referem ao abismo. Parece que um substantivo que se refere a um "lugar de destruição" às vezes parece ser personificada para apontar para "o anjo do abismo", chamado Abaddon, e que como tal pode haver passagens mais referência "destruição" que estão se referindo a Abaddon . Às vezes, palavras sinônimas usadas são palavras descritivas gerais, e não nomes próprios que sempre significam a mesma coisa.

Outra palavra como sinônimo pode ser em Isaías 24:17-23, em que a palavra hebraica "pachath" ou "pit" (Strong 6354) é usado, o que significa, "um poço, usado frequentemente como uma figura de destruição". Como já demonstramos, a palavra hebraica "bowr" para "pit" é usada nesta passagem, parecendo referência para o Abismo, e isto pode indicar "pachath" para "pit" poderia ser outra palavra que é um sinônimo para o abismo.

"Temor, e cova (" pachath "Abyss?), E no laço, [são] sobre ti, ó morador da terra. E virá para passar, [que] ele foge que, desde o ruído do temor cairá na cova, eo que vem até do meio da cova ("pachath" Abyss?) Será preso no laço : para as janelas do alto estão abertas, e os fundamentos da terra tremem. A terra é totalmente quebrado, a terra é limpa dissolvido, a terra é movido muito. A terra deve bobina para lá e para cá como um ébrio, e será removida como uma cabana, ea sua transgressão se torna pesada sobre ela, e cairá, e nunca mais se levantará. E virá para passar naquele dia, [que] o Senhor castigará os exércitos do alto [que estão] no alto, e os reis da terra sobre a terra. E eles serão reunidos, [como] os presos estão reunidos no Abyss (bowr), (e serão encerrados na prisão, e depois de muitos dias serão visitados.) Então a lua se confundirá, eo sol vergonha, quando o SENHOR dos Exércitos reinar no monte Sião e em Jerusalém, e perante os seus anciãos gloriosamente. "- Isa 24:17-23

Duas palavras diferentes para "pit" são usados ​​aqui. "Bowr" parece claramente referência ao abismo devido a um cumprimento profético de Jesus visitam os anjos caídos aprisionados lá. Como tal, parece razoável que a outra palavra para pit nesta passagem "pachath" também pode se referir ao Abismo e poderia ter algum significado profético. Este fim passagem vezes pode referir-se aos do Abismo ou pit saindo dela, e "aquele que vem do meio da cova (Abyss)" ser pego em uma armadilha. E assim, uma razão pela qual "pachath" pode ser um sinônimo para o Abismo nesta passagem é que parece Paul pode ser citando Isaías 24:18 em 2 Tessalonicenses 2:07.

"E virá para passar, [que] ele foge, que a partir da voz de temor cairá na cova, e aquele que vem até do meio da cova será preso no laço: para as janelas do alto estão abertas, e os fundamentos da terra tremem. "Isa-24:18

Em hebraico as palavras aqui são "alah tavek pachath" (Strong 5927, 8432, 6354). Esses significados palavras são: alah "go subir, subir"; tavek "meio, meio, entre, entre"; pachath "um poço, usado frequentemente como uma figura de destruição". E deste chega a frase "aquele que vem até do meio do abismo". Este pode ser um jogo muito perto de 2 Ts 2:6-7:

"E agora você sabe a coisa que está segurando para trás, para que ele possa ser revelado no tempo apropriado. Para o mistério da iniqüidade já está no trabalho;. Somente uma coisa a que agora o detém continuará a fazê-lo até do meio que Ele venha ", tradução literal por Bryan Huie [7]

"E no presente que você sabe que ele está contido, a ser revelado em seu tempo determinado. Para o mistério agora está trabalhando ilegalidade por si só, uma restrição neste momento, até que do meio, ele se levanta. "-Literal tradução de Paradox Brown [8]

A palavra grega aqui para "fora do meio que Ele venha" é "ek mesos ginomai" (Strong 1537, 3319, 1096). Esses significados palavras são: ek "de fora de, fora de, diante de"; mesos "do meio, o meio, no meio de, entre"; ginomai "a entrar em existência, a surgir, aparecer na história, veio sobre a estágio ". . E deste chega a frase, "fora do meio que Ele venha" que é um muito próximo jogo para "aquele que vem do meio".

Também é interessante que o "poço" ou "Abismo" é uma prisão, um lugar que restringe aqueles em que, e Paul repetidamente referências a ele ser contido. A palavra de Paulo contido usa duas vezes nestes versículos é "katecho" (Strong 2722), que significa "para conter, deter, reter, conter, impedir, guarda-o, manter em segurança, possuir". Esta é contrastado com Paul dizendo que ele será "revelado", a palavra "apokalypto" (601 Strong), que significa, "para descobrir, estava aberto o que foi velado ou encoberto, a divulgar, faça nua".

(Eze 26). Esta palavra significa "descobrir" é interessante, como no Antigo Testamento, o Abyss é mencionado como sendo coberto: "fiz cobrir o abismo para ele ... quando o fiz descer ao inferno com os que descem para o abismo ... nas partes mais baixas da a terra "(Ezequiel 31) e" grandes águas te cobrirem, Quando eu te farão descer com os que descem do Abismo "(Ezequiel 26). O método de cobertura parece ser descrito em Lam 3, "lançaram pedras sobre mim, águas correram sobre a minha cabeça", de rocha e terra, e no topo desta oceanos profundos, cobrindo o abismo. (Prov 15). Também interessante é o Antigo Testamento enfatizando que apesar de não podermos ver o Abyss / Destruição, que a Deus "Abaddon não tem cobertura" (Jó 26) e (que mesmo), "O Seol eo Abadom estão diante do Senhor, quanto mais então o coração dos filhos dos homens? "(Prov 15).

Se há outra razão para pensar que "pachath" ou cova é usada em Isaías 24, como um sinônimo para o abismo, ele estaria relacionado a um evento descrito em Apocalipse 9.

"E o quinto anjo tocou a trombeta, e vi uma estrela que do céu caíra sobre a terra: e foi-lhe dada a chave do Abismo. And he opened the Abyss; and there arose a smoke out of the pit, as the smoke of a great furnace; and the sun and the air were darkened by reason of the smoke of the pit. And there came out of the smoke locusts upon the earth… And they had a king among them, [which is] the angel of the Abyss, whose name in the Hebrew tongue [is] Abaddon, but in the Greek tongue hath [his] name Apollyon.” - Rev 9:1-3a,11

Here smoke “arose” from the Abyss “out of” it, and locusts “came out” of the smoke, and “among them” is a king, the angel of the Abyss who is named Abaddon. And so, in the midst of smoke and locusts, Abaddon arose and came out of the Abyss among the locusts. The word for “arose” here is “anabaino” (Strong's 305) which means, “to ascend, go up, rise”. The word for “out of” here is “ek” (Strong's 1537) which means “from out of, out from, forth from”. And the words here for “came out” are “exerchomai ek” (Strong's 1831, 1537) and “exerchomai” means, “to go or come forth of”. The word here for “among” is “epi” (Strong's 1909), and can mean “among, by, before, in the presence of, near” and in several places in the New Testament is translated as “among” (KJV – Mat 13:7, Acts 1:21, 4:17, 2 Thes 1:10, Rev 7:15).

This passage describes that the angel Abaddon comes up out of the Abyss, among the locusts, in the middle or midst of smoke and locusts, as the Abyss is opened and becomes uncovered, and those in it are no longer restrained but revealed. Altogether there does seem to be some parallel between “he who cometh up out of the midst of the pit” of Isa 24 and “out of the midst he comes” of 2 Thes 2 and “arose a smoke out of the Abyss… came out of the smoke locusts… a king among them, the angel of the Abyss… Abaddon”of Rev 9.

Also interesting in Revelation, and potentially related, is the repeated use of the phrase “the beast who ascends out of the Abyss” as the angel Abaddon and locusts ascend out of the Abyss, and the phrase “beast from the sea” as the Abyss is said to be covered by deep oceans. And also, in an explanation of a mystery, “the beast that thou sawest, was, and is not, and shall ascend out of the Abyss” , all of which may also reference back to Isa 24, 2 Thes 2, and Rev 9.

[1] http://en.wikipedia.org/wiki/Tartarus
[2] http://www.thedivinecouncil.com/
[3] For a more complete study on Satan with a timeline, see here: http://www.paradoxbrown.com/Chapter_1.htm
[4] The Tree of Life: An Archeological Study by EO James, pgs. 4, 34, 42…
[5] To learn more on the Flood and how science supports the cataclysmic historic reality of this event, see http://www.Creation.com or also http://www.DrDino.com .
[6] http://www.bible-history.com/biblestudy/cisterns.html
[7] http://www.herealittletherealittle.net/index.cfm?page_name=Abaddon
[8] http://www.stopalienabduction.com/BookofRevelation.doc